A análise de gases de combustão não é um luxo.

analise-gases-porto

Apenas um sistema de aquecimento optimamente regulado converte o combustível consumido em calor, emitindo deste modo tão poucos gases poluentes quanto possível. Apenas se pode determinar com segurança se a regulação de um sistema no decurso de uma medição profissional dos gases de escape. Uma inspecção visual para avaliar a qualidade da combustão deixa demasiado espaço para a interpretação. O método que usa um frasco de agitação, tabela e régua de calculo não é nem moderno nem eficiente. Por outro lado, a analise electrónica de gases de combustão é fácil, segura e exacta.

Sensores de elevada precisão analisam a mistura de gases de combustão e calculam automaticamente todos os parâmetros de medição relevantes.

Graças a este serviço os nossos clientes clientes poupam nos custos de energia, manutenção ou aquisição de novo equipamento.

A documentação continua dos resultados de medição através das impressões cria confiança e prova a elevada qualidade do nosso trabalho.

Medição gases de combustão

tiragem

Nesta medição central no decorrer da análise de gases de combustão, determina-se directamente o teor em CO e O2, bem como as temperaturas do ambiente e dos gases de escape.

Isto permite avaliar fiavelmente se o sistema de aquecimento está correctamente regulado e a trabalhar com eficiência. Se necessário, realiza-mos uma optimização que diminua o consumo de combustível, e melhora o rendimento da caldeira de forma a que depois poupe dinheiro.

Medição da tiragem

A medição da tiragem assegura que os gases de combustão de um sistema de aquecimento sejam correctamente extraídos através da chaminé.

Medição da pressão de gás

A medição da pressão diferencial testa o fornecimento de gás às caldeiras. Estes dados são importantes para realizar uma comparação com os do fabricante e também caso necessário realizar uma regulação na pressão do jacto, que influencia o desempenho da caldeira.

Medição Monóxido de Carbono

medicao-co

O monóxido de carbono – CO – é um gás tóxico, invisível, sem cheiro ou sabor e que resulta de uma deficiente combustão, qualquer que seja o combustível utilizado: lenha, carvão, gás (butano, propano ou natural), entre outros. A sua presença no ar não é preocupante desde que em níveis baixos. É de difícil deteção e, a partir de níveis de concentração mais elevados, os seus efeitos nocivos podem manifestar-se rapidamente, levando ao aparecimento de tonturas, náuseas, convulsões, perdas de consciência e, em situações mais graves, à morte.